O EMI desenvolve workshops e conferências centradas no ecossistema das Tecnologias de Informação e Comunicação em Saúde. Com quase duas décadas de
experiência, seu corpo de keynote speakers transfere conhecimento, proficiência
e estudos ao mercado consumidor e provedor de eHealth.

        Temas Atendidos:

        • Conceituação e Contextualização de eHealth para nortear a produção de valor ao mercado consumidor;
        • Impacto cultural e comportamental das soluções de Digital Health na Cadeia de Assistência Saúde. Resistências, obstáculos, interferências corporativas e modelos de ruptura às barreiras de intransigência;
        • Visão nacional e internacional dos mercados provedores e consumidores de eHealth. Expansão, Tendências, Critérios de Adoção e Relação Custo-Benefício;
        • Inovações tecnológicas sendo adotadas nos principais Sistemas de Saúde do mundo. Padrões, Protocolos e Modelos de Admissão;
        • Tecnologias Emergentes e seu impacto nos critérios de qualidade e custeio para o ambiente ‘primary care’. Mecanismos de implantação em escala, resultados alcançados em Estudos Casos e projeção de tendências;
        • A revolução TeleHealth. Introdução, aplicabilidade, conectividade e as novas bases conceituais que norteiam a explosão da telemedicina aplicada. Estudos de Caso e projeção de valor em healthcare remotelization, devicelization e e-Consult;
        • Telemetria, Telecuidado e os sólidos avanços em Home Telemonitoring Service (ALL – Ambient Assisted Living). O monitoramento remoto de pacientes, a desospitalização e os novos modelos de atuação para as Seguradoras de Saúde;
        • O novo perfil de Mobile Health (mHealth). O que deu certo, o que ficou na promessa, o que não avança e o que está turbinando as inovações em mHealth. Da panaceia ao irreversível: as amplas oportunidades tecnológicas para promoção da Saúde, prevenção e controle de patologias crônicas;
        • As oportunidades no mercado de Wearables Technologies e a relevância da interação humana nos avanços. Nanotecnologia, biossensores, modismos e as verticais consistentes no mercado de tecnologias vestíveis;
        • Medical Devices e seus nichos de excelência. A sólida cesta de oportunidades que vem pela frente no setor de dispositivos e equipamentos médicos eletrônicos. Personalization, Medical Sensorization, Bio-medical Applications e como as empresas startups estão aproveitando as oportunidades.
        • Interoperabilidade e as novas aplicações de Hospital Information Systems (HIS). Os conceitos superados, o desastre em cadeia das implementações sistêmicas, as novas plataformas de desenvolvimento e a solidificação do modelo de HIE (Health Information Exchange).
        • Registro Eletrônico do Paciente – resultados práticos do longo caminho percorrido. O prontuário digital do Século XXI e as novas metodologias de implantação. O que aprender com as implementações britânicas do National Health Services (NHS).
        • As virtudes, desafios e oportunidades do Personal Health Records (PHR). Como o Registro Pessoal de Saúde vem ocupando espaço no cenário mundial. A euforia inicial, a maturidade tecnológica, a imaturidade dos usuários e as novas fronteiras.